Consumo residencial 10 matérias disponíves

Menos da metade da população brasileira tem acesso a saneamento

Apenas 39% das residências têm seus rejeitos tratados adequadamente. Falta de tratamento afeta saúde da população e polui fontes de recursos hídricos

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Obras do Sistema de Esgotamento Sanitário de Maranguape (PE). Crédito: Creative commons/PEC

 

Comentário Akatu: melhorar o saneamento básico no Brasil é essencial do ponto de vista de qualidade de vida e da saúde – visto que apenas 48,6% da população no País é atendida por serviços de esgoto, de acordo com o alerta do Banco Mundial dado na reportagem abaixo, e que o saneamento é essencial para a qualidade da água e, portanto, da saúde da população. Esses temas estão entre os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) estabelecidos pelas Nações Unidas para reduzir a pobreza, promover a prosperidade ...

Chuveiro sustentável reutiliza 90% de água e 80% de energia

Criado na Suécia, equipamento também filtra a água e garante banhos mais longos sem culpa na consciência

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Crédito: Creative commons/Shamefullyso

 

Comentário Akatu: ainda que menos de 1% da água doce do planeta esteja acessível para consumo, esse volume é suficiente para abastecer as necessidades da humanidade. Mas essa água vem tendo uma perda de qualidade em função da  poluição, além de ver reduzida sua disponibilidade em função do desperdício no uso e alterada a sua distribuição geográfica em função das mudanças climáticas, que trouxeram um cenário de imprevisibilidade do clima em relação às medições históricas que norteavam o planejamento de recursos hídricos em reservatórios em todo o mundo. Por estes motivos, recentemente várias regiões do Brasil ...

Metade dos investimentos de saneamento básico no país está apenas nas 100 maiores cidades

A conclusão é do novo relatório “Ranking do Saneamento nas 100 Maiores Cidades”, elaborado pelo Instituto Trata Brasil e com parceria da consultoria GO Associados

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Sistema de Esgotamento Sanitário em Campos do Jordão (SP). Crédito: Creative commons/Governo do Estado de São Paulo

 

Metade dos investimentos de saneamento básico no país está nas 100 maiores cidades, mas os avanços foram muito lentos, de acordo com a mais nova versão do “Ranking do Saneamento nas 100 Maiores Cidades” , elaborado pelo Instituto Trata Brasil, em parceria com a consultoria GO Associados, especializada em saneamento básico. As informações foram baseadas nos dados oficiais do Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento Básico (SNIS). Esse estudo é feito anualmente desde ...

Novo produto coleta água limpa desperdiçada pelo chuveiro a gás ou solar

Produto busca financiamento coletivo no site Kickante a fim de coletar fundos para a produção industrial

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A cada banho são desperdiçados, em média, de 6 a 8 litros de água, a depender da distância entre o chuveiro e o aquecedor (no caso dos sistemas aquecidos a gás ou energia solar). Ao pensar nisso, a startup brasileira Lakefarm desenvolveu um produto que permite que a água limpa geralmente desperdiçada seja reutilizada nas descargas do vaso sanitário, para lavar roupas, pisos e calçadas ou regar plantas.

De acordo com os seus criadores, o Aguawell Light, como foi batizado, chega a coletar até 6 litros de água. "Esperamos ajudar muitas pessoas com o nosso produto. Também esperamos exportar ...

Estados Unidos freiam crescimento de consumo de água na última década

Graças a campanhas educativas, incentivos para arquitetura “inteligente” e a adoção de tarifas mais altas pelo serviço de fornecimento, o país conseguiu brecar consumo

Apesar de ser o maior consumidor per capita (por pessoa) de água do mundo, com consumo médio de 215 metros cúbicos (m³) por ano para cada habitante, os Estados Unidos conseguiram estabilizar e frear o aumento no consumo de água na última década.

Segundo a Agência Científica de Ciências Naturais (USGS, sigla em inglês), graças a campanhas educativas sobre o uso racional da água, incentivos para arquitetura “inteligente” em novas construções e a adoção de tarifas mais altas pelo serviço de fornecimento, o país conseguiu brecar o crescimento do consumo.

“Até os anos 80, o consumo aumentava velozmente ano ...

Fechar

Esqueci minha senha

Digite seu e-mail e clique em "Procurar" para recuperar sua senha.
Sua senha foi enviada para o e-mail informado.
Não encontramos seu e-mail em nossos registros. Se você não tem uma conta Akatu, cadastre-se aqui.
Ocoreu um erro inesperado. Por favor, tente mais tarde.
enviando...