Alimentos

França está em primeiro lugar em ranking da comida sustentável

Índice leva em consideração agricultura sustentável, desafios nutricionais e desperdício de alimentos; Brasil está em 20º lugar na lista.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Foto: Franceses tem uma dieta bem balanceada - Crédito: Creative Commons/Kimon Berlin

 

A França, o Japão e o Canadá estão no topo da lista de um novo índice que mede a sustentabilidade da comida em 25 países. O Brasil ficou em 20º lugar no ranking geral.

O Food Sustainability Index (Índex de Sustentabilidade da Comida, FSI na sigla em inglês) leva consideração 58 critérios divididos em três pilares: agricultura sustentável, desafios nutricionais e desperdício de alimentos.

Para avaliar se a agricultura do país é sustentável, foram analisados critérios como gerenciamento de água, impacto da alimentação animal na terra e políticas de bem-estar animal. No caso do pilar dos desafios nutricionais, foram considerados itens como expectativa de vida, nível de atividade física de população, prevalência do açúcar na dieta, poder de compra de comida natural. O desperdício de alimentos foi avaliado levando em consideração aspectos como políticas públicas, soluções para perdas na cadeia produtiva e perdas de alimento pelo consumidor final.

A França ficou em primeiro lugar na lista geral principalmente porque tem políticas inovadoras de combate ao desperdício de alimentos e porque a população tem uma dieta balanceada. Japão e Canadá ficaram bem posicionados por conta da agricultura sustentável e a boa alimentação das pessoas.

O Brasil está em 20º lugar na lista, principalmente  por conta do desperdício de alimentos. Considerando apenas esse item, nossa posição no ranking cai para 22º lugar. No quesito Agricultura Sustentável, está no 12º lugar, e no quesito Desafios Nutricionais está no 17º lugar. 

Os Estados Unidos ficou em 11º lugar no ranking geral do FSI. O país dedica esforços em nível nacional e local para convencer as pessoas a mudar hábitos de alimentação. Mas o país tem níveis altos de desperdício de alimentos, tanto na cadeia produtiva como no ambiente doméstico.

Os países que estão com os piores índices da lista são Índia (25º lugar), Arábia Saudita (24º lugar) e Egito (23º lugar), por terem pela frente o desafio de lidar com a obesidade e má-nutrição da população. Nestes países, o uso dos recursos – especialmente da água – é considerado insustentável. Além disso, há muitas perdas nas etapas antes de chegar ao varejo.

A Índia amarga o último lugar da lista em parte por conta desse gerencialmente insustentável da água e também por causa da dieta dos indianos: é o país com o mais alto percentual de desnutrição em crianças com menos de 5 anos, no ranking.

No ranking dos países que menos desperdiçam alimentos, a França também levou o primeiro lugar, seguida da Austrália e da África do Sul. Alemanha, Canadá e Japão foram os países melhores posicionados na lista da Agricultura Sustentável. No quesito Nutrição (Desafios Nutricionais), ficou em primeiro lugar a França, seguida do Japão e da Coreia do Norte (3ª posição).

O Food Sustentainability Index (FSI) é realizado pelo braço de pesquisa do grupo The, encomendado pelo Barilla Center for Food and Nutrition (BCFN) Foundation.

Leia mais:

Brasil joga fora mais do que o necessário para combater a insegurança alimentar
 

 

Comentários

Seja o primeiro a comentar
Fechar

Esqueci minha senha

Digite seu e-mail e clique em "Procurar" para recuperar sua senha.
Sua senha foi enviada para o e-mail informado.
Não encontramos seu e-mail em nossos registros. Se você não tem uma conta Akatu, cadastre-se aqui.
Ocoreu um erro inesperado. Por favor, tente mais tarde.
enviando...