Sustentabilidade

Mais Florestas PRA São Paulo lança campanha para conservar as vegetações nativas

Movimento divulga o Programa de Regularização Ambiental para que as leis estaduais mantenham as compensações e florestas dentro do estado

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Crédito: Divulgação

 

O movimento Mais Florestas PRA São Paulo  lança sua primeira campanha com o objetivo de garantir que o Programa de Regularização Ambiental (PRA) paulista traga incrementos reais à cobertura florestal do Estado. Nesta campanha, serão compartilhados nas redes sociais Facebook e YouTube cinco animações explicando o PRA e um vídeo documentário contextualizando o movimento. A ideia é que esses vídeos sejam compartilhados.

As animações serão lançadas uma por vez toda quarta-feira, semanalmente, nas páginas oficiais do movimento. Os temas abordados serão: Floresta e água; APPs urbanas; Cerrado; exportação de florestas e anistia aos desmatadores; instrumentos Econômicos e PRA. O documentário será o último a ser divulgado, contará com entrevistas de especialistas, ambientalistas e agricultores.

A intenção é que os vídeos subsidiem as discussões sobre a Lei Florestal no Estado, em especial a regulamentação do PRA e da Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADIN) que suspende a Lei Estadual 15.684/15. Consequentemente, colocando o PRA em debate na pauta da sociedade.

No dia 20 de outubro, o movimento realizou um debate sobre a implementação do Código Florestal, na capital paulista. A ideia foi mostrar para todos os interessados como está a Regularização Ambiental no estado de São Paulo, o que as organizações que fazem parte do movimento indicam e apontar quais pontos da lei estão sendo questionados pelo Ministério Público.

O que é o Mais Florestas PRA São Paulo
O Mais Florestas PRA São Paulo é um movimento de instituições, pessoas e coletivos que reconhecem a importância das florestas para a qualidade de vida dos paulistas e trabalha para que políticas públicas, como o Programa de Regularização Ambiental do Estado (PRA), viabilizem um real aumento de cobertura florestal.

O movimento teve início em janeiro de 2016 quando um grupo de instituições e pessoas, insatisfeitas como os resultados e processo de construção do PRA, articulou para reivindicar por maior transparência e objetividade nas normas de sua implementação.

O Mais Florestas PRA São Paulo atua, também, em conjunto com o Observatório do Código Florestal buscando tratar de forma mais específica as questões no âmbito do Estado de São Paulo.

Quem faz parte do Movimento: Organizações: Apoena, Associação Ambientalista Copaíba, Associação Cunhambebe, Imaflora, TNC, Iniciativa Verde, IPÊ, Pacto pela Restauração da Mata Atlântica, Rede de ONGs da Mata Atlântica, SOS Cuesta de Botucatu, SOS Mata Atlântica, SPVS, WRI. Também os pesquisadores Jean Paul Metzger e Ricardo Ribeiro Rodrigues, ambos da Universidade de São Paulo (USP).

Consumo consciente e sustentabilidade
O alerta do Movimento Florestas PRA São Paulo é muito importante. A devastação de florestas pode acarretar a extinção de animais e vegetais, representa um enorme desperdício de recursos provenientes da biodiversidade, além de contribuir para o aquecimento global  e as Mudanças Climáticas. Conservar a natureza é uma forma de proteger o clima. Cada consumidor consciente pode colaborar nesse sentido valorizando iniciativas como essa. Também pode pesquisar os programas de sustentabilidade das empresas das quais costuma comprar produtos. E compartilhar as informações para que familiares e amigos façam o mesmo. Colabore para proteger nossas florestas. #MaisFlorestaPRASaoPaulo.

 

Leia mais:

Floresta biodiversa produz mais, aponta estudo de alcance global

Floresta regenerada é esponja de carbono

 

Comentários

Seja o primeiro a comentar
Fechar

Esqueci minha senha

Digite seu e-mail e clique em "Procurar" para recuperar sua senha.
Sua senha foi enviada para o e-mail informado.
Não encontramos seu e-mail em nossos registros. Se você não tem uma conta Akatu, cadastre-se aqui.
Ocoreu um erro inesperado. Por favor, tente mais tarde.
enviando...