Sustentabilidade

Projeto colaborativo desenvolve protocolo para aperfeiçoar gestão do Capital Natural





















Relação de empresas e sociedade com o Capital Natural - Reprodução: naturalcapitalcoalition.org

Foi lançado em Londres na quarta-feira, 13 de julho, o primeiro Protocolo do Capital Natural, uma estrutura-padrão desenvolvida para gerar informações confiáveis e de credibilidade em relação ao uso de recursos naturais e auxiliar gestores de negócios a tomarem decisões fundamentadas nesse tema, colaborando assim na transição para um mundo onde os negócios conservem e preservem esses recursos. O documento é resultado de um esforço colaborativo inédito entre quase duzentas instituições líderes globais das mais diversas áreas, como ciências, finanças, conservação ambiental e políticas públicas.

Segundo a Natural Capital Coalition (Aliança do Capital Natural), entidade criada para liderar o projeto, o #NatCapProtocol (hashtag pela qual a iniciativa é identificada nas redes sociais) não pretende estabelecer novos conceitos. Ele reúne abordagens já existentes com o objetivo de facilitar para as empresas o processo de identificar, medir e valorar o “Capital Natural”, entendendo suas relações com o meio ambiente e que benefícios tirar delas.

O Protocolo abrange quatro etapas, que totalizam nove passos. Ao serem percorridos, esses passos respondem a uma série de perguntas consideradas fundamentais no processo de avaliação e entendimento do “Capital Natural”. A ideia é traçar um retrato da situação atual da empresa, medir e valorar impactos e dependências no uso dos recursos por meio de uma série de testes e, por fim, interpretar os resultados para definir ações inovadoras que possam ser integradas a processos já existentes.

A expectativa da Natural Capital Coalition é de que a estrutura-padrão possa ser usada por empresas de quaisquer áreas na medição e valoração de seus impactos e dependências diretas e indiretas sobre o “Capital Natural”. No entanto, também serão desenvolvidos guias para setores específicos, como os de alimentação e vestuário, que já estão disponíveis. Tanto o Protocolo completo quanto os guias segmentados podem ser baixados gratuitamente no site da Natural Capital Coalition (http://naturalcapitalcoalition.org), onde também é possível ler (em inglês) sobre o processo de desenvolvimento do documento.

Entre as instituições participantes do projeto colaborativo que resultou no Protocolo estão alguns dos apoiadores do Instituto Akatu, como Coca-Cola, Dow, KPMG, Natura, Nestlé, PwC e Walmart. Em comunicado, a Dow afirmou acreditar que "há um valor incrível na contabilidade do Capital Natural, por isso foi a única companhia química envolvida na equipe técnica que desenvolveu o Protocolo", e que a participação no projeto foi "um investimento extremamente valioso".

A Natural Capital Coalition reúne iniciativas e organizações líderes sob a visão de um mundo no qual os negócios conservem e reforcem o Capital Natural como condição para haver um desenvolvimento sustentável e economias prósperas. É uma colaboração global multistakeholder – que envolve setores de pesquisa e ciência em governos, universidades, empresas, associações setoriais, mercado financeiro, instituições de conservação ambiental e da sociedade civil. Sua força vem dessa diversidade e da crença compartilhada de que podem alcançar mais juntos do que poderiam sozinhos.

A adoção da estrutura-padrão do Protocolo do Capital Natural pode resultar em informações mais claras e tangíveis sobre o compromisso das empresas no uso consciente de recursos naturais, que poderão assim ser melhor comunicadas aos consumidores. Assim, eles poderão conhecer as iniciativas que avancem na transição para uma produção mais sustentável e valorizá-las por meio de suas escolhas de consumo.

SAIBA MAIS

10 Caminhos para a Produção e o Consumo Conscientes: a cooperação para a sustentabilidade mais que a competição

Mudança pela participação: a Rio+20 nos colocou como atores da nossa própria história

 

Comentários

Seja o primeiro a comentar
Fechar

Esqueci minha senha

Digite seu e-mail e clique em "Procurar" para recuperar sua senha.
Sua senha foi enviada para o e-mail informado.
Não encontramos seu e-mail em nossos registros. Se você não tem uma conta Akatu, cadastre-se aqui.
Ocoreu um erro inesperado. Por favor, tente mais tarde.
enviando...