“Nos anos 50, bastava ganhar dinheiro; hoje o foco é socioambiental", alerta Savitz

Andrew Savitz assinala as diferenças entre o modo de fazer negócios hoje e no passado na Mostra Fiesp de Responsabilidade Socioambiental

O norte-americano Andrew Savitz, sócio da PricewaterhouseCoopers e uma das maiores autoridades no campo da gestão empresarial, participou da Mostra Fiesp de Responsabilidade Socioambiental, em agosto, em São Paulo.

Ele assinalou as diferenças entre o modo de fazer negócios hoje e no passado. "Nos anos 50, esperava-se que as empresas ganhassem dinheiro e fizessem filantropia. Nos anos 70, começaram a ser incorporadas as idéias de proteger o meio ambiente e assumir uma maior responsabilidade pelos produtos. Hoje, as empresas são cobradas para que promovam a diversidade, ajudem a recuperar o meio ambiente, combatam o trabalho ...

Sustentabilidade e transparência são o caminho para o sucesso

Conclusão foi apresentada durante rodada de debates do 1º Fórum ABA de Responsabilidade Socioambiental para a Sustentabilidade

O recado foi bem claro: a empresa que não praticar boa governança, não tiver transparência nem trabalhar com ética e dentro de uma cultura de sustentabilidade e responsabilidade social está fadada ao fracasso.

Os consumidores estão mais exigentes, querem mais informações, valorizam os chamados ativos intangíveis da empresa e querem ver ações reais e não apenas discurso de marketing.

Foram essas as principais conclusões apresentadas durante as quatro movimentadas rodadas de debates do 1º Fórum ABA de Responsabilidade Socioambiental para a Sustentabilidade, promovido pela Associação Brasileira de Anunciantes no mês passado, que reuniu acadêmicos, jornalistas, empresários ...

Plásticos no oceano podem contaminar animais marinhos do planeta

Resíduos plásticos são resultados de excedentes de lixo doméstico, como sacolinhas plásticas e garrafas de bebidas

Segundo pesquisa liderada e divulgada recentemente pelo professor Richard Thompson da Universidade de Plymouth, na Inglaterra, partículas plásticas conhecidas como “lágrimas de sereia” podem contribuir para a poluição dos oceanos de todo o mundo. As lágrimas de sereia são resíduos plásticos (não biodegradáveis) resultados dos excedentes de lixo industrial (redes de pesca) e doméstico (sacolinhas plásticas e garrafas de bebidas), demonstrando que o problema é causado pela forma como cada indivíduo adquire, usa e descarta produtos que contenham plástico. Ao longo do tempo esses resíduos sofrem apenas uma redução de suas dimensões físicas, mantendo ...

Governo tem oportunidade de exercer o consumo consciente

Com licitações sustentáveis, o poder público pode cooperar para um modelo de desenvolvimento que beneficie o meio ambiente e a sociedade

A discussão sobre compras públicas sustentáveis é relativamente nova no Brasil.  Porém, o tema ganha mais importância a cada dia. Para se ter uma idéia do impacto desse instrumento, a OCDE (Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico) estima que nos países em desenvolvimento, as compras públicas movimentem até 30% do Produto Interno Bruto (PIB).

O sistema de licitações sustentáveis é uma oportunidade para que os governos e empresas exerçam o consumo consciente, cooperando para um modelo de desenvolvimento que beneficie o meio ambiente e a sociedade. Ao acrescentar, por exemplo, critérios de responsabilidade ...

Fábio Feldmann, conselheiro do Akatu, recebe prêmio "Meio Ambiente"

Homenagem fez parte da cerimônia de entrega do Prêmio Economista do Ano, iniciativa da Ordem dos Economistas do Brasil

O ambientalista e membro do Conselho Consultivo do Instituto Akatu Fabio Feldmann recebeu ontem em São Paulo o Prêmio “Meio Ambiente”, no âmbito do Prêmio Economista do Ano.
Iniciativa da Ordem dos Economistas do Brasil, o Prêmio Economista do Ano é um programa contínuo de reconhecimento a economistas em diversas áreas e profissionais de destaque em outros ramos.
Por sua militância na área de sustentabilidade, Feldmann foi um dos escolhidos neste ano. Consultor, administrador de empresas e advogado, Fabio José Feldmann foi deputado federal por três mandatos seguidos (de 1986 a 1998) e secretário ...

Destaques

Categorias

Teste do Consumo Consciente

 

 

Você sabe como seu poder  de consumidor pode influenciar a sua vida e de todo o planeta?

 

O Teste do Consumo Consciente do Instituto Akatu responde a essa pergunta. Ele é uma ferramenta que avalia o grau de consciência de pessoas ou comunidades quando consomem e oferece caminhos para que todos possam se tornar consumidores mais conscientes, numa jornada em busca do bem-estar para você, a sociedade e toda a vida no planeta.

Descubra que tipo de consumidor você é!

 

Fechar

Esqueci minha senha

Digite seu e-mail e clique em "Procurar" para recuperar sua senha.
Sua senha foi enviada para o e-mail informado.
Não encontramos seu e-mail em nossos registros. Se você não tem uma conta Akatu, cadastre-se aqui.
Ocoreu um erro inesperado. Por favor, tente mais tarde.
enviando...