loader image
12.12.17 às 11:10

Folha de S.Paulo: o círculo vicioso do consumismo e da autoestima

Uma pessoa com baixa autoestima tende a "externalizar" o seu processo de valorização, ou seja, superestimar fatores externos.

O site da Folha publicou, em 11 de dezembro, um artigo de Helio Mattar, na seção Consumo Consciente.

“Comprar faz você feliz? Ninguém consegue negar o prazer de entrar em uma loja e comprar um produto ou serviço muito desejado. Mas, será que, passada a euforia momentânea, esta satisfação vai de fato ajudar a sustentar a sua felicidade?

Numa visão mais panorâmica, consumir não é sinônimo de bem-estar. Apesar de ter aumentado o seu poder de consumo nos últimos 50 anos, a população dos Estados Unidos não sente uma melhora no seu bem-estar, segundo uma pesquisa da American Psychological Association. Em comparação às condições da década de 50, hoje os norte-americanos podem ter o dobro de carros por pessoa e comer fora de casa com uma frequência duas vezes maior – mas esse conforto não veio acompanhado de uma maior felicidade.”

Leia o artigo na seção Consumo Consciente do site da Folha.

Veja também
Quer ouvir essa página? É só dar o play abaixo!