Matérias do Autor: Washington Novaes 19 matérias disponíves

Sobre o Autor

Washington Novaes

O lixo ainda a passos lentos

A geração de resíduos cresceu, na década, mais que a população e que o PIB do País

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Crédito: Creative commons/ Banco de imagens do Senado Federal

 

Teria sido importante que o relatório Panorama de Resíduos Sólidos no Brasil , divulgado no início do mês pela Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais (Abrelpe), houvesse alcançado maior divulgação no País todo. É um documento importante para ampliar a consciência de todas as pessoas sobre a geração, coleta e destinação do lixo, já em situação muito delicada. O total de resíduos sólidos urbanos produzidos no País de 2014 a 2015 aumentou 1,78%, passou de 78,6 milhões de toneladas para 79,9 milhões ...

Por que aceitamos os dramas do lixo?

Apenas 3% dos resíduos sólidos urbanos no Brasil são reciclados, de um total de 76,8 milhões de toneladas produzidas

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Coleta seletiva em Curitiba. Crédito: Creative commons/Ana Elisa Ribeiro

 

Comentário Akatu: O desafio da nossa sociedade em destinar corretamente quase 70 milhões de toneladas de resíduos sólidos urbanos coletadas no Brasil anualmente é gigante. Segundo o Panorama da Abrelpe (Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais) de 2015, 42% desse total ainda têm como destino lixões e aterros controlados, considerados ambientalmente inadequados. Para aumentar os indicadores ainda tímidos de reciclagem no Brasil, precisamos de soluções que tragam escala e velocidade à própria cadeia de reciclagem no País – desde as campanhas de consumo consciente junto ...

Os sinais de alerta vêm da nossa caixa d’água

A concentração de gases de efeito estufa foi recorde no ano passado. Por isso mesmo 7.100 cidades de seis continentes se juntaram numa rede para enfrentar a questão

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Pantanal já sofre com as Mudanças Climáticas. Crédito: Creative commons/Roberto Hungria

 

Comentário Akatu: a taxa de aumento da temperatura vem crescendo nos últimos anos. A crescente concentração de dióxido de carbono na atmosfera é a principal responsável por essa tendência, sinalizando a relação de interdependência ao longo da história entre a ação humana e o impacto sobre os ecossistemas e o comportamento climático, como mostra a reportagem abaixo. Há várias fontes de emissão de gases de efeito estufa: a poluição gerada pelos meios de transportes movidos a combustíveis fósseis, as indústrias, o desmatamento, a exploração pecuária em larga ...

Adeus aos índios e à biodiversidade

A biodiversidade é um dos bens mais decisivos; sem ela, não só perderíamos a possibilidade de manutenção e reposição das espécies, como afetaríamos tudo o que está ao redor

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Crédito: Creative common/Wilfred Paulse

 

Sai década, entra década e não mudamos. Nosso mundo institucional continua cego e surdo ao que convenções e tratados, além de relatórios de pesquisadores, têm dito: a biodiversidade é um dos bens mais decisivos; sem ela, não só perderíamos a possibilidade de manutenção e reposição das espécies, como afetaríamos tudo o que está ao redor – bens naturais, recursos hídricos, regime do clima. E depois da Convenção da Biodiversidade (ONU), da qual o Brasil é signatário (1992), vários outros documentos têm enfatizado que o caminho mais eficaz para a conservação da ...

O calor e a seca que continuará: que fazer?

O aumento do desmatamento e a ocupação de novas áreas pela pecuária e pela agricultura nos coloca entre os países que mais contribuem para mudanças no clima

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Seca no Sistema Cantareira. Crédito: Creative commons/Ninja Mídia

 

Acendem-se muitos sinais de alerta diante de notícias como a de que 2014 foi o ano mais quente desde quando se registram temperaturas no planeta (1880), diz a National Oceanic and Atmospheric Administration, a agência meteorológica dos Estados Unidos. Os dez anos mais quentes aconteceram após 2000, com uma única exceção: 2015 tende a ser ainda mais quente, pois neste ano teremos o fenômeno El Niño, que aquece as águas do Pacífico e influi na atmosfera continental – o que não se verificou em 2014.

O aumento das emissões ...

Fechar

Esqueci minha senha

Digite seu e-mail e clique em "Procurar" para recuperar sua senha.
Sua senha foi enviada para o e-mail informado.
Não encontramos seu e-mail em nossos registros. Se você não tem uma conta Akatu, cadastre-se aqui.
Ocoreu um erro inesperado. Por favor, tente mais tarde.
enviando...