21.10.22 às 20:24

Microsoft ajuda a impulsionar o progresso da inovação em iniciativa ESG

O Painel de Impacto de Emissões ajuda as organizações a quantificar as emissões
compartilhe
FacebookTwitterLinkedInWhatsAppEmailCopy Link

No Microsoft Ignite, evento que anunciou serviços e atualizações projetados para ajudar clientes, parceiros e desenvolvedores a obter o máximo valor das tecnologias da Microsoft e o apoio de parceiros, a companhia introduziu os novos recursos ambientais, sociais e de governança (ESG) do Microsoft Cloud for Sustainability para ajudar outras organizações a acelerar seu progresso em torno da sustentabilidade.

“O objetivo é ajudar organizações de todo o mundo a unificar a inteligência de dados sobre sustentabilidade, rastrear e reduzir mais facilmente a pegada ambiental de suas operações e cadeias de valor”, comentou Shefy Manayil Kareem, Gerente Geral do Microsoft Cloud for Sustainability.

Reinando em dados sobre emissões Escopo 3 mais evasivos

Com o Microsoft Sustainability Manager, as organizações podem armazenar e relatar dados de emissões nos Escopos 1 e 2, bem como as emissões indiretas da cadeia de valor do Escopo 3, mais difíceis de rastrear e que respondem por uma parcela desproporcional das pegadas da maioria das organizações.

Para facilitar o cálculo de emissões precisas para as organizações, a solução inclui metodologias de cálculo pré-construídas para escopos 1 e 2, e mais da metade das 15 categorias do Escopo 3 até o momento. Os modelos de cálculo mais recentes adicionados incluem:

  • Categoria 5: Resíduos gerados nas operações.
  • Categoria 8: Ativos alugados a montante.
  • Categoria 13: Ativos alugados a jusante.

Com essa atualização, a Microsoft está permitindo que as organizações insiram dados de resíduos, rastreiem parceiros de resíduos, rastreiem métodos e materiais de descarte e façam os cálculos necessários com base em modelos prontos, ou sob media, para uso.

Os clientes também podem rastrear quaisquer emissões relacionadas a combustíveis ou à energia que ocorram dentro de suas operações a partir de uma instalação ou ativo alugado, calculando as emissões de acordo com as necessidades de atividades e relatórios, além de estabelecer e rastrear metas para eficiências e reduções futuras.

Outros aprimoramentos que ajudam os clientes a impulsionar e escalar seus esforços

O Microsoft Sustainability Manager agora fornece recursos mais ricos em áreas como usabilidade, segurança, rastreamento de metas e muito mais. Novos recursos melhoram a atribuição de função dos usuários e gerenciamento de acesso, e otimizam o tratamento de erros com mensagens ainda mais acionáveis. Os usuários podem analisar e entender melhor as emissões comparando o desempenho mensal ano após ano e detalhando em fontes e atividades relacionadas a emissões por unidade organizacional, em seis níveis de profundidade, através de uma nova página de análise em profundidade.

Scorecards e metas agora suportam a adição de submetas e a criação de parâmetros de tempo para o status da meta. Por exemplo, uma regra pode ser criada para mostrar uma meta como “no caminho certo” ou “em risco” quando as emissões atingem um determinado nível dentro de um período específico.

Muito em breve, a Microsoft também estará expandindo a disponibilidade do Microsoft Sustainability Manager nas regiões do Reino Unido e Ásia-Pacífico para melhor atender os clientes nessas áreas.

O modelo de dados expandido permite o rastreamento de dados sobre água e uma configuração mais granular

A Microsoft atualizou o modelo de dados para permitir a adição de entidades personalizadas, ingerindo atributos exclusivos, como emissões vazadas de um laboratório ou emissões causadas pela modernização da frota eletrificada. Isso permite que os clientes adaptem os cálculos para atender às suas necessidades de negócios únicas.

Com base na promessa da companhia de suportar a capacidade das organizações de lidar com um amplo escopo de problemas de sustentabilidade, a Microsoft anunciou a expansão do esquema de modelo de dados do Microsoft Cloud for Sustainability para dados de água, bem como dados sobre emissões de carbono.

Rastrear emissões geradas pelo uso dos serviços de nuvem Microsoft agora ficou mais fácil do que nunca

Agora em disponibilidade geral, o Painel de Impacto de Emissões para o Microsoft 365 ajuda as organizações a quantificar as emissões relacionadas ao uso dos principais serviços do Microsoft 365 (incluindo o Exchange Online, SharePoint, OneDrive, Microsoft Teams e outros serviços). Usando o aplicativo, as organizações também podem estimar as emissões que já evitaram usando a nuvem, quando comparado com as versões on-premises do Exchange e SharePoint. Uma nova guia de intensidade de carbono permite que as organizações quantifiquem rapidamente as emissões médias por usuário ativo e comparem-nas com outras fontes comuns de emissões, como dirigir um veículo movido a gasolina.

A Microsoft atualizou o Painel de Impacto de Emissões para o Microsoft Azure, que permite aos clientes visualizar e analisar as emissões do Escopo 1, 2 e 3 geradas pela Microsoft com base no uso de serviços de nuvem do Microsoft Azure. Novas visualizações facilitam a análise de relatórios sobre emissões de carbono, sobre o uso da nuvem e intensidade de carbono com base na assinatura do Azure, no serviço do Azure e região do Azure. Novas opções facilitam a interpretação de informações e a elaboração de relatórios, reduzindo o tamanho das exportações de dados.

A próxima prévia da API (interface do programa de aplicativo) do Microsoft Cloud for Sustainability ajuda os clientes do Azure a obter transparência sobre o impacto de carbono de seu uso em nuvem, com fácil acesso aos seus dados de emissões por escopo, assinatura do Azure, serviço do Azure e região do Azure. O acesso às APIs estará disponível através de um portal de autoatendimento no Microsoft Cloud Solution Center.

Serviço de Crédito Ambiental para permitir o rastreamento do ciclo de vida do ativo ESG de ponta a ponta — agora em prévia

Mercados ambientais voluntários, incluindo mercados de carbono, estão lutando para amadurecer e escalar para atender à crescente demanda por produtos ambientais confiáveis e rastreáveis, como créditos de carbono, que as organizações estão buscando em seu caminho para o zero líquido. Com o Serviço de Crédito Ambiental, a Microsoft está superando esses desafios com uma infraestrutura comum para ajudar a otimizar o ecossistema de suprimentos.

O serviço ajudará a diminuir o tempo de comercialização e aumentar a qualidade e a quantidade de créditos, automatizando, simplificando e melhor protegendo os processos do ciclo de vida que são usados pelos proprietários de projetos ecológicos, verificadores e registros — dando aos compradores de crédito mais confiança e alimentando o momento de crescimento desse mercado.

A oportunidade para os parceiros

Enfrentar os desafios da sustentabilidade é um desafio global. A Microsoft agradece o crescente ecossistema de parceiros que fornecem as soluções Microsoft Cloud for Sustainability para ajudar os clientes a desbloquear dados, construir iniciativas de redução de impacto e criar resultados mais sustentáveis.

A McKinsey, por exemplo, anunciou recentemente a criação de uma solução integrada que combina inteligência de dados de sustentabilidade do Microsoft Sustainability Manager com planejamento de redução de carbono e um mecanismo de execução usando o Catalyst Zero da McKinsey Sustainability. Essa colaboração tecnológica vai potencializar as transformações em torno da sustentabilidade das empresas, integrando seus dados de atividades que produzem emissões com iniciativas para reduzi-las.

Junte-se à fronteira do conhecimento em sustentabilidade com caminhos de aprendizagem online

Para se manter atualizado sobre como a sustentabilidade afeta suas organizações e como elas podem reduzir seu impacto ambiental, a Microsoft está convidando os clientes a aprender mais com os módulos de aprendizagem do LinkedIn Learning relacionados à sustentabilidade e os caminhos de aprendizado do Microsoft Cloud for Sustainability através do Microsoft Cloud Solution Center. A companhia está introduzindo novas orientações técnicas no Well-Architected Framework, ajudando clientes e parceiros a aprender a alcançar metas de sustentabilidade usando o Azure.

Sobre a Microsoft

A Microsoft (Nasdaq “MSFT” @microsoft) habilita a transformação digital na era da nuvem inteligente e da fronteira inteligente. A missão da Microsoft é empoderar cada pessoa e organização no planeta a conquistar mais. A empresa está no Brasil há 33 anos e é uma das 120 subsidiárias da Microsoft Corporation, fundada em 1975. Em 2020, a empresa investiu mais de US$ 13 milhões levando tecnologia gratuitamente para 1.765 ONGs no Brasil, beneficiando vários projetos sociais. Desde 2011, a Microsoft já apoiou mais de 7.500 startups no Brasil por meio de doações de mais de US$ 202 milhões em créditos de nuvem.

compartilhe
FacebookTwitterLinkedInWhatsAppEmailCopy Link
Veja também